“Quando eu desisti da pré-candidatura no PSOL, recebi várias ligações de candidatos à prefeito de Ilhéus, inclusive de Dr. Mário Alexandre. Analisei cada um e resolvi aderi à candidatura de Mário, porque observei que ele não tinha muitos partidos aliados e isso lhe dava respaldo para administrar a cidade sem essa coisa de fazer loteamento da prefeitura com partidos políticos. Vi que se ele fosse eleito teria condições de fazer uma gestão digna buscando parceria com os segmentos que se preocupam com o bem estar do nosso município. Na minha concepção ou o prefeito governa para o povo ou para interesses pessoais de partidos políticos.
Moro em Ilhéus desde de criança (e olha que isso já faz muito tempo), sempre gostei de fazer trabalho social, em 1985 fundei o grupo UCA (unidos Construiremos Amizade) ainda adolescente, o Teotônio Vilela era conhecido por Gomeira e Nossa Senhora da Vitoria como Rua da Palha. É minha vocação, faço com a maior satisfação, todas as pessoas que desenvolvem esses trabalhos acabam se envolvendo com a política, que é o que move o mundo.
Quanto a matéria sobre o meu nome ser mencionado para secretário da sec. de assistência social eu desconheço, porque não conversei com Dr. Mário pessoalmente depois das eleições, mas tive um bate-papo com um amigo na quarta-feira e ele me mencionou o nome de uma mulher que assumiria essa pasta e eu fiquei muito satisfeito com o perfil da pessoa mencionada, bastante competente e com certeza dará uma alavancada na secretaria. Não que eu me sinta incapaz, mas não posso tirar os méritos do nome que me foi citado. Seja lá quem for, vamos pedir a Deus que dê tudo certo e nossa cidade passe a viver dias melhores onde as pessoas esqueçam um pouco do seu umbigo e pense mais no seu semelhante”.

Material enviado ao Jornal do Radialista por Tuka Rapazoi, em resposta a matéria aqui publicada sobre sua suposta indicação para Secretaria de Assistência Social no governo Marão.
Acesse o link abaixo e re-veja reportagem.

http://jornaldoradialista.com/tuka-rapazoi-pode-ser-secretario-de-assistencia-social-no-governo-de-marao/