cv

cv

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Treino do Inter tem protesto da torcida e confusão com homem armado

A tensão marcou a reapresentação do Inter, na tarde desta terça-feira. Enquanto um grupo de torcedores bradava palavras de ordem e protesto para jogadores enquanto treinavam, um homem – posteriormente identificado como policial militar – surgiu na Avenida Edvaldo Pereira Paiva e sacou uma arma, o que deixou o clima tenso.

Dezessete torcedores bradavam quando um carro prata parou. Um homem vestido de branco e com óculos escuros saiu, deu um chute em um dos manifestantes e sacou a arma. Ele estava junto de outro homem com a camisa colorada.

Homem armado entra em conflito com torcedores do Inter (Foto: Tomás Hammes)


Os aficionados viraram contra a dupla enquanto um dos torcedores filmava tudo. Após alguns minutos, os dois homens entraram novamente no automóvel e deixaram o local. Com cassetete embaixo do braço, um segurança do Inter apareceu na sequência para tentar acalmar os ânimos.

- Filmem isso. Os caras armados – gritava um torcedor!

- Larga a arma e vem na mão – disse outro.


Cidadão armado é policial, mas estava de folga


O homem que surgiu com o revólver é Anderson Friolin Gonçalves. Conforme o comandante do 1º Batalhão de Operações Especiais (BOE), tenente-coronel Rogério Stumpf Pereira Junior, o policial não estava a serviço da Polícia Militar. Procurado pelo GloboEsporte.com, o Inter não se manifestou sobre o caso. 


- Ele estava de folga, não estava pelo batalhão. Estamos abrindo um procedimento para entender o motivo que ocorreu o ato - afirma Rogério Stumpf.

Confusão marcou reapresentação dos jogadores do Inter (Foto: Tomás Hammes / GloboEsporte.com)

O protesto prosseguiu enquanto a atividade com os reservas rolou. Os principais alvos eram Eduardo Sasha, Valdívia e Paulão, que corria junto com William, Geferson, Anselmo e Ernando.

- Eu quero ver sair do Beira-Rio domingo! - gritava um torcedor. 

O Inter volta aos trabalhos nesta quarta. A atividade está prevista para ocorrer pela parte da manhã. No domingo, às 17h, o time recebe o Cruzeiro, com a necessidade de vencer para manter as chances de seguir na Série A do Brasileirão. Atualmente, os comandados de Lisca estão em 17º com 39, enquanto o Vitória, 16º, soma 42.

Nenhum comentário:

Postar um comentário