cv

cv

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

BMs e PMs de Ilhéus e Itabuna dormiram em colchões sem lençóis e trabalham sem água e comida nas Olimpíadas, aponta Aspra


O esquema preparado para os Policiais e Bombeiros Militares baianos para trabalharem nas Olimpíadas é o mais precário possível denunciou o coordenador da Aspra. Dormiram sem lençóis e travesseiros em alojamento improvisados e trabalham neste domingo (07), desde 7 horas, apenas com o sanduíche e um suco do café da manhã. “Um dos colegas passou mal por causa das condições de trabalho e o comandante mandou que deixássemos descansando. Depois que muito argumentamos, uma equipe o levou ao posto de saúde”, reclamou um militar a Aspra que prefere o anonimato. As condições precárias de serviço oferecidas aos militares nas Olimpíadas fez com que PMs se recusassem a trabalhar no primeiro jogo das Olimpíadas realizado na Arena Fonte Nova na última quinta-feira (04). “Um absurdo. Não aprendem. A PMBA teve meses para se organizar e não oferecem sequer alojamento digno e alimentação aos trabalhadores? Tiveram que vestir as fardas para se agasalharem durante a noite”, contou o coordenador-geral da Aspra, soldado Prisco

Nenhum comentário:

Postar um comentário