cv

cv

domingo, 14 de agosto de 2016

A poucos dias da votação do impeachment, Dilma e PT vivem auge do desgaste nas relações

Às vésperas da votação do impeachment no Senado, a presidente afastada Dilma Rousseff e o PT vivem o auge do distanciamento e desgaste nas relações. De acordo com O Estado de S. Paulo, os dois se acusam nos bastidores, mutuamente, pela perda de poder da sigla. No PT, o temor é que, com Dilma afastada definitivamente, ela traga à tona uma série de problemas do partido em uma tentativa de salvar apenas sua biografia, o que poderia prejudicar o partido às vésperas das eleições municipais. Recentemente, a presidente afastada colocou no colo do partido a culpa por qualquer pagamento de caixa 2 feito na sua campanha. Dias depois, afirmou que a sigla precisava assumir seus erros e passar por uma grande transformação. Após esses episódios, o racha entre Dilma e o PT ficou mais evidente e, nos bastidores, já há quem suspeite de que ela possa deixar o partido mais adiante. Segundo relatos de aliados, recentemente o ex-presidente Lula contou a senadores do PT que ficou surpreso com o ânimo da petista durante uma visita. “Parecia que o impeachment era meu, não dela”, provocou Lula, segundo relato dos parlamentares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário