cv

cv

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Amigo de dono de concessionária assassinado em Teixeira de Freitas é morto a tiros

Um homem identificado como Moysés Gonçalves Pereira, 46 anos, foi morto a tiros no início da noite de ontem (22) no município de Teixeira de Freitas, extremo sul da Bahia, quando chegava em sua residência, localizada na rua Rio Negro. Segundo informações da Polícia Civil, “Moysezão”, como a vítima também era conhecida, foi atingido por quatro disparos que acertaram o peito, nariz, pescoço e clavícula. 

De acordo com o delegado Marcus Vinícus, chefe da 8ª Coordenadoria Regional da Polícia Civil (Coorpin/Teixeira de Freitas), um homem ainda não identificado chegou ao local em um carro, se aproximou da vítima e efetuou os disparos. “Ele tinha saído de um escritório, onde estava com outros amigos e, quando se aproximava do carro, foi surpreendido pelos disparos”, contou o delegado. Ainda segundo ele, não há indícios de quem tenha efetuado os disparos nem a motivação do crime. 

Em Teixeira de Freiras, populares especulam que o crime também tenha relação com a morte do empresário Vitor Aguiar, morto com um tiro no peito na madrugada de sábado (19) enquanto participava de uma festa. Moysés e Vitor eram amigos. A polícia, no entanto, não acredita que os crimes possuam relação. 

Moyses foi morto na mesma rua onde morava em Teixeira de Freitas
(Foto: Reprodução/Teixeira News)

“Até o momento, não há nenhuma ligação entre os dois crimes. As pessoas estão comentando que pode existir ligação porque Vitor possuía uma disputa judicial com o próprio pai. Moysés também era amigo do pai de Vitor, mas teria se solidarizado ao rapaz na disputa na justiça. Essa é a única ligação que existe entre eles. Não há indícios de que os crimes tenham ligação”, explicou o delegado. 

Vitor já tinha ido até a delegacia de Teixeira de Freitas registrar queixa por brigas e ameaças. Ainda de acordo com o delegado, ele já havia sido preso em uma operação deflagrada pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) que prendeu empresários envolvidos na “máfia do carvão”. “Eles comercializavam carvão de forma irregular para outros estados”, disse o delegado. 


Victor 
(Foto: Reprodução/Facebook)


Na terça (23), a Polícia Civil prendeu um homem no município de São Matheus, no Espírito Santo, suspeito de ser o autor da morte de Vitor. Sobre o crime que vitimou Moysés, a polícia deu início às investigações e ainda não há pistas de autor e motivação do crime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário