cv

cv

sábado, 12 de dezembro de 2015

Brasileira que sumiu em Barcelona foi roubada e está sedada, diz família

A brasileira Quellene Christiana Ribeiro, 23 anos, encontrada nesta sexta-feira (11) depois de ficar desaparecida desde a madrugada de quarta em Barcelona, está sedada em um hospital da cidade, segundo familiares. Chris, como ela é conhecida, teve o celular e dinheiros roubados em circunstância que ainda não está clara. A informação é do Extra.

Chris foi achada no Centro de Barcelona. "A Chris teve avaliação de um psiquiatra que acabou achando melhor sedá-la, porque estava muito nervosa. Aí, sedada, fez vários exames, como exames de sangue e corpo delito, para apurar se houve algum outro tipo de crime além de roubo", afirmou ao jornal o cunhado da jovem, que prefere não se identificar.



O cunhado negou a informação de que a brasileira foi achada totalmente sem consciência, sem saber onde estava. "Ela ainda não falou nada sobre o que aconteceu. Mas não estava completamente desorientada, sem saber de absolutamente nada, como disseram. Ela sabia quem era, sabia que estava em Barcelona, dizia que queria falar com a familia... Só que estava muito nervosa e não conseguiu falar mais nada.", explicou.

O consulado brasileiro na cidade está prestando apoio à jovem e o caso é apurado pela polícia local. A família aguarda a jovem melhorar para determinar se ela voltará para o Brasil sozinha ou se algum familiar vai viajar para ajudá-la no retorno.

Hoje, a irmã de Chris usou as redes sociais para agradecer a ajuda de todos que divulgaram o sumiço da jovem. "Graças a Deus ela foi encontrada pela polícia espanhola. De acordo com os policiais a Chris foi sequestrada e após a grande repercussão do caso, foi abandonada no Centro de Barcelona, onde foi encontrada pelos próprios policiais que faziam buscas. Neste momento ela está no hospital!", escreveu. 

Desaparecimento
Chris desapareceu na madrugada de quarta. Depois do desaparecimento da jovem, o celular dela ainda funcionou por um período, mas logo depois parou de receber mensagens e ligações. A brasileira estava hospedada no apartamento de um amigo que viajou para Lisboa e a deixou com as chaves de casa. Os objetos pessoais de Chris ficaram no apartamento, incluindo o passaporte. 

Na madrugada de quarta, ela usou um código que combinou antes da viagem com a irmã, Quelen, para o caso de precisar de socorro. Como depois disso ela não foi mais localizada, a família ficou bastante preocupada. A irmã compartilhou no Facebook a história, pedindo ajuda. "A última mensagem que ela me mandou foi a palavra 'AKI' no WhatsApp, por isso estou preocupada. Pois combinamos este código caso ela precisasse de socorro e não pudesse detalhar. Um código de ajuda entre irmãs", contou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário