A,M

A,M

domingo, 8 de novembro de 2015

Manifestantes lotam Av. Paulista em protesto contra Eduardo Cunha e ajuste fiscal em SP

Manifestantes protestam contra Eduardo Cunha
e ajuste fiscal na Paulista, em São Paulo
(Foto: Reprodução/Globo News)

Um protesto contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PDMB-RJ), tomou conta de parte da Avenida Paulista na tarde deste domingo (8). Por volta das 15h30, o grupo estava na frente do Museu de Arte de São Paulo (Masp).

A manifestação faz parte do ato nacional "Fora Cunha, Não ao Ajuste". Segundo informações do site G1, cerca de 3,5 mil pessoas tinham confirmado participação através do Facebook. A Polícia Militar não informou quantas pessoas estiveram no ato.

De acordo com o G1, a expectativa da Frente Nacional de Mobilização, que organizou o ato, era de que protestos acontecessem ao longo do dia em nove cidades do país. Na Avenida Paulista, em São Paulo, bandeiras de vários sindicatos e coletivos sociais podiam ser vistas entre os manifestantes.

A avenida já estava bloqueada nesta manhã por conta do projeto da Prefeitura de abrir a via apenas para pedestres e ciclistas aos domingos. 

Processo
Eduardo Cunha será investigado por receber propina para viabilizar negócios da Petrobras e de manter contas secretas na Suíça, negadas por ele em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras.

Cunha só precisará apresentar defesa a partir da apresentação do relatório preliminar, que indicará ou não a continuidade da representação. Fausto Pinato (PRB-SP) foi escolhido como relator do processo contra ele no Conselho de Ética.&nb



Eduardo Cunha disse que é indiferente ao nome do relator do processo contra ele 
(Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

Nenhum comentário:

Postar um comentário