cv

cv

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Lula diz que ministro da Fazenda é "problema" de Dilma e nega campanha por Meirelles

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que a escolha do ministro da Fazenda "é um problema da presidente Dilma" e negou que tenha defendido a saída de Joaquim Levy do comando da pasta e sua substituição pelo ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles.

O ex-presidente também voltou a dizer, em entrevista à GloboNews, que prefere não ser candidato à Presidência em 2018, mas que pode entrar na disputa caso o projeto de governo petista, iniciado por ele em 2003 e que teve continuidade com Dilma, corra riscos.

Indagado sobre qual seria a diferença entre Levy e Meirelles no comando da Fazenda, Lula respondeu: "Somente a Dilma é que sabe".

O ex-presidente negou as informações que têm sido divulgadas pela imprensa de que ele defenderia a troca de Levy por Meirelles, que foi presidente do BC no governo Lula, por entender que Meirelles tem mais trânsito político do que o atual titular da Fazenda.

"Eu não quero tirar o Levy e nem quero colocá-lo", garantiu o ex-presidente. "O ministro da Fazenda é um problema da presidente Dilma."

Lula disse que evita "dar palpite" no governo de sua sucessora e afilhada política e afirmou que Dilma sabe o que ele pensa, mas tem suas próprias convicções.

"Você sabe porque eu fiquei cinco anos sem dar entrevista? É porque um ex-presidente precisa tomar muito cuidado para não dar palpite", defendeu.

"É como se um ex-marido fosse aconselhar o novo marido como é que ele tem que cuidar da mulher. Ou a ex-mulher aconselhar a mulher nova como é que tem que cuidar do marido", comparou Lula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário