cv

cv

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Esquema dos semáforos em Ilhéus

O vereador Lukas Paiva denunciou na tarde desta terça-feira, no plenário da Câmara Municipal de Ilhéus um verdadeiro esquema nos semáforos da cidade e uma possível industria das multas. Lukas Paiva questionou ainda o governo municipal sobre a continuação da fabrica de multas no município de Ilhéus, com dois contratos milionários de números 074/2015 e 018/2014. 

“Em plena campanha eleitoral o então candidato e hoje prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, prometeu acabar com a fábrica de multas, tecendo críticas ferrenhas ao governo Newton Lima. Três anos depois, o governo não acabou com a fabrica de multas e ainda ampliou o vinculo com a empresa GCT – Gerenciamento e Controle de Trânsito, com valores de R$ 3.895.000, em dois contratos”, criticou Lukas. Paiva. 

Segundo vereador, depois de dois meses do anuncio do prefeito Jabes Ribeiro do investimento no trânsito de mais de R$ 2 milhões, com a troca de semáforos, com temporizador, o que se ver é que apenas pouquíssimos semáforos foram trocados e estão funcionando de verdade. 

Com documentos em mãos, Lukas Paiva denunciou que a empresa já tem em liquidação mais de R$ 299.821,00 pelos serviços de implantação dos semáforos. No documento mostra “medição do mês de setembro”, levando a dúvida de quanto realmente custa cada semáforo implantado. “Você circula pela cidade e ver que pouquíssimos semáforos novos foram instalados. O que os ilheenses presenciam é inúmeros semáforos sem funcionar. Mas a empresa está prestes a receber quase trezentos mil”, denunciou Paiva. 

O vereador questionou também a falta de transparência com os recursos arrecadados pelo setor de trânsito do município, principalmente multas e guincho de veículos. “Vou encaminhar um requerimento pedindo extratos bancários e contratos para uso desses recursos, que segundo a legislação só pode ser utilizado para benefícios do trânsito do município”, finalizou Lukas Paiva.. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário