A,M

A,M

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Corredor que sumiu durante prova sofreu asfixia e estrangulamento

O corredor Cleber da Silva Pontes, 31 anos, que sumiu enquanto participava de uma prova em Búzios, no sábado (31), morreu por conta de asfixia e estrangulamento, segundo declaração de óbito do Instituto Médico Legal do Rio. O corpo do atleta foi achado na manhã de domingo por um tio em uma ribanceira. Ninguém teria visto o momento da queda de Cleber.

No domingo, a polícia informou que trabalhava com hipótese de que Cleber teria sofrido um mal súbito e caído na ribanceira durante a corrida. "Estamos em choque, mas queremos saber o que realmente aconteceu para evitar que outras famílias passem pelo sofrimento que estamos passando", disse ao G1 Wellington da Silva Mota, de 42 anos, irmão de Cleber.

A família de Cleber diz que a organização do evento "Sou Fitness: Corrida, Caminhada e Bicicletada do Bem Contra o Câncer de Mama" foi negligente por não distribuir supervisores em pontos fixos ao longo do trajeto. A família quer levantar imagens de câmeras de segurança de pousadas próximas.



Corredor caiu em ribanceira durante a corrida (Foto: Reprodução/Facebook)


Sem problemas A mãe de Cleber, Júlia da Silva Pontes, de 60 anos, disse que o filho não tinha nenhum problema de saúde. Apesar disso, ela acredita que os organizadores deviam exigir a apresentação de exames prévios, pois a corrida exige muito esforço. "Era uma atividade intensa, de 7km, com muito calor. Eles deveriam, no mínimo, ter medido a pressão do meu filho. Ele não recebeu nenhum tipo de amparo", criticou.

Ao fim da prova, familiares notaram o sumiço de Cleber, que não cruzou a linha de chegada. Buscas foram feitas e na manhã de domingo um tio localizou o corpo, que foi sepultado no mesmo dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário